ADHD uitstelgedrag en ADD

TDAH e procrastinação

TDAH e procrastinação geralmente vão de mãos dadas. TDAH significa Transtorno de Déficit de Atenção, é uma condição em que uma pessoa tem dificuldade de concentração, organização e planejamento. Alguém que sofre de procrastinação adia tarefas ou obrigações. Isso também é conhecido como procrastinação. Neste artigo, você vai ler sobre o porquê as pessoas com AD(H)D adiam, o que acontece no seu cérebro e o que você pode fazer. A procrastinação não é algo com o qual você precisa se preocupar como adulto com TDAH.

TDAH: facilmente distraído e sobrecarregado

As pessoas com TDA ou TDAH (nós preferemos chamar isso de “mentes errantes”) geralmente têm dificuldade em iniciar e concluir tarefas, porque são facilmente distraídos ou porque acham as tarefas sobrecarregadoras. Isso pode levar a adiar essas tarefas, o que pode levar ao estresse e sentimentos de culpa. Isso pode criar um ciclo vicioso, pois quando sentimos estresse ou sentimentos de culpa, é ainda mais difícil começar uma tarefa. Mais tarde neste artigo, você vai ler sobre o que acontece no cérebro de TDAH quando você adia. Você vai perceber que não está sozinho, que pode haver uma causa física e que não precisa se envergonhar!

Apenas as pessoas com TDAH sofrem de procrastinação?

Quase todas as pessoas com TDA ou TDAH estão familiarizadas com a procrastinação. No entanto, a procrastinação não é específica para as pessoas com TDAH. Todos podem sofrer com isso, embora as pessoas com TDAH tenham mais tendência a adiar. A procrastinação ocorre em pessoas de todas as idades e fundos. Estudantes, trabalhadores, trabalhadores autônomos, empresários: todos podem sofrer de procrastinação. É por isso que nosso curso online sobre procrastinação é tão popular. Você não é a única pessoa que luta com a procrastinação e não precisa se envergonhar.

Algumas pessoas são mais suscetíveis à procrastinação do que outras, e existem diferentes motivos pelos quais as pessoas procrastinam. Isso pode ser devido a falta de motivação, perfeccionismo, medo de fracasso, ou falta de organização e habilidades de gerenciamento de tempo.

Por que os adultos com TDAH experimentam procrastinação?

As pessoas com TDA ou TDAH muitas vezes têm dificuldade em se concentrar nas tarefas e planejar seu tempo. Isso pode levar à procrastinação, pois elas percebem a tarefa como avassaladora ou porque ficam facilmente distraídas. Além disso, ter TDAH também pode levar a uma falta de motivação, o que também pode contribuir para a procrastinação. Além disso, ter TDAH também pode estar acompanhado de depressão ou ansiedade, o que também pode levar à procrastinação. As pessoas com uma mente errante podem se sentir desanimadas e ter dificuldade em dar o primeiro passo para iniciar uma tarefa.

De maneira geral, ter TDAH pode levar a várias barreiras que podem contribuir para a procrastinação, como dificuldade de concentração, organização, planejamento e motivação. Isso se deve ao funcionamento do cérebro com TDAH. É importante reconhecer essas barreiras e procurar formas de lidar com elas, pois a procrastinação pode prejudicar significativamente sua vida.

TDAH TDA e procrastinação

As consequências negativas da procrastinação

A procrastinação pode ter muitas consequências negativas em diferentes áreas da vida. Os principais e mais conhecidos efeitos da procrastinação são:

  • Menor produtividade: Devido à procrastinação, pode ser difícil completar tarefas de forma eficiente, o que diminui a produtividade.
  • Desempenho ruim: A procrastinação pode levar a um desempenho ruim na escola ou no trabalho, já que há menos tempo para se preparar ou completar tarefas.
  • Saúde diminuída: O estresse, a ansiedade e o desempenho ruim podem levar a uma saúde ruim, como insônia, depressão e queixas físicas.
  • Relações ruins: A procrastinação pode levar a tensões nas relações pessoais, pois outras pessoas podem se sentir impacientes quando os compromissos não são cumpridos.
  • Estresse: A procrastinação pode levar ao estresse e ansiedade, especialmente à medida que a data limite se aproxima.

Quando procrastinamos, algumas coisas acontecem em nosso cérebro

Quando procrastinamos, uma série de coisas acontecem em nosso cérebro com TDA ou TDAH. Uma das coisas mais importantes é que há uma luta entre duas partes do nosso cérebro: o córtex pré-frontal e a amígdala.

  • A corteza pré-frontal é responsável pelo pensamento lógico e planejamento. Ela nos ajuda a estabelecer metas e fazer um plano para alcançá-las. Quando temos que realizar uma tarefa que não gostamos ou que experimentamos como difícil, a corteza pré-frontal fica mais ativa, para que possamos completar a tarefa.
  • A amígdala é responsável por emoções e estresse. Quando experimentamos uma tarefa como difícil ou desagradável, a amígdala também fica mais ativa. Isso pode levar a ansiedade e estresse, fazendo com que queiramos adiar a tarefa.

Quando a amígdala está mais ativa do que a corteza pré-frontal, a tendência de procrastinar aumenta. Isso acontece porque a amígdala dá impulsos para escapar da tarefa em vez de se concentrar em completá-la. Em geral, surge uma luta entre a corteza pré-frontal e a amígdala quando procrastinamos. A corteza pré-frontal tenta nos incentivar a realizar a tarefa, enquanto a amígdala nos instiga a escapar dela.

TDAH TDA procrastinação

O cérebro de alguém com TDAH: um cérebro de procrastinação?

Pesquisas foram feitas sobre a atividade cerebral de pessoas com Transtorno de Déficit de Atenção (TDAH), que mostram que há anormalidades no funcionamento de determinadas regiões cerebrais. Em pessoas com TDAH, há frequentemente uma diminuição da atividade na corteza pré-frontal, a região responsável pela atenção, planejamento e execução de tarefas. Por outro lado, há uma atividade aumentada na amígdala, uma estrutura cerebral envolvida na regulação de emoções e ansiedade. Isso sugere que as pessoas com TDAH têm dificuldade em regular as emoções e a ansiedade, o que pode contribuir para o seu déficit de atenção e impulsividade. E, é claro, para procrastinação.

O que você pode fazer sobre a procrastinação?

Se você, como TDAH ou TDA, tem problemas com procrastinação, pode tentar coisas diferentes. Para começar, você pode, é claro, seguir nosso curso de baixa complexidade sobre procrastinação, onde você imediatamente alcançará sucessos! Mas você também pode tentar coisas sozinho.

Rotina diária

Primeiramente, é importante trazer boa organização para a rotina diária. Faça uma lista de tarefas que precisam ser feitas e tente dividir essas tarefas em pequenas partes. Isso pode ajudar a tornar a tarefa menos assustadora.

Minimize distrações & encontre um parceiro

Em segundo lugar, pode ajudar minimizar distrações. Isso pode ser feito, por exemplo, desligando o telefone ou limpando a área de trabalho.

Em terceiro lugar, pode ajudar trabalhar com um parceiro. Isso pode ser alguém que te ajude a ficar no horário e te incentive a completar suas tarefas.

Busque ajuda para procrastinação

Em quarto lugar, pode ajudar buscar ajuda terapêutica. Isso pode te ajudar a entender melhor as condições e lidar com os sintomas.

Aceitação

Em geral, pode ajudar aceitar as condições e reconhecer que está tudo bem pedir ajuda. Usando as ferramentas e o suporte certos, as pessoas com TDAH e procrastinação podem alcançar seus objetivos e ter sucesso em suas vidas diárias.

procrastinação TDAH TDA

Superando a procrastinação como adulto com TDAH ou TDA

Há várias coisas que uma pessoa com TDAH pode fazer para superar a procrastinação. Algumas dicas:

  • Faça uma lista de prioridades: Faça uma lista de tarefas que precisam ser feitas e classifique-as por importância. Isso pode ajudá-lo a trabalhar de forma mais concentrada e evitar sentir-se sobrecarregado com uma longa lista de tarefas.
  • Divida as tarefas em pequenos passos: Se uma tarefa parecer grande ou complicada, divida-a em passos menores. Isso pode ajudar a tornar a tarefa menos assustadora e ajudá-lo a trabalhar de forma mais concentrada.
  • Minimize as distrações: Tente minimizar as distrações, por exemplo, desligando o seu telefone ou limpando o seu espaço de trabalho.
  • Trabalhe com um parceiro: Trabalhe junto com alguém que o ajude a manter o cronograma e o incentive a terminar suas tarefas.
  • Procure ajuda profissional: Considere procurar ajuda profissional, como um terapeuta ou treinador. Isso pode ajudá-lo a entender melhor a condição e lidar com os sintomas.
  • Ouça o seu corpo: Tente ouvir o seu corpo, reconhecer os momentos em que você está concentrado e tentar aproveitá-los ao máximo.
  • Premie-se: Premie-se por completar uma tarefa, isso pode ajudar a manter a motivação.

Procrastinação não é para sempre, se você fizer algo a respeito. É importante reconhecer que superar a procrastinação é um processo e que leva tempo. Também é importante lembrar que aceitar a condição e procurar ajuda é importante no processo.

Ei você aí!

Siga-nos nas redes sociais para mais dicas, histórias de experiências e uma dose extra de inspiração para o seu Cérebro Único. Você quer se conectar com pessoas que pensam como você? Nossa comunidade é um lugar seguro onde você compartilha experiências, faz perguntas e novos amigos.

Sobre o autor

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *